Comércio da economia de Campos contratou quase quatrocentos trabalhadores a mais com carteira assinada no mês de agosto

Os últimos dados sobre a empregabilidade do município de Campos dos Goytacazes (RJ) publicado ontem pelo CAGED, do mês de agosto de 2019 comparado ao mesmo período de 2018, foram favoráveis à economia campista.


26/09/2019 13h02

À guisa de exemplo, em agosto de 2019 o total de empregos formais gerados totalizaram 438 e em agosto de 2018 eles eram de apenas 59 postos de trabalho.

O segmento econômico responsável pela melhora do mercado de trabalho importa salientar, foi o comércio, cujos empregos atingiram agora em agosto 383 vagas a mais, contra o saldo negativo de 52 empregos, no mesmo período do ano passado.

No que tange ao setor de serviços, em agosto de 2019 empregou a mais 45 trabalhadores e em agosto de 2018 esses números ficaram melhores chegando ao total de 226 empregos formais.

Em relação à construção civil outro setor relevante do município, também apresentou números positivos. Em agosto de 2019 o saldo líquido ficou em 39 contratações e no ano passado em menos 95 postos de trabalho. E a indústria de transformação da economia campista encerrou o mês de agosto de 2019 com 60 empregos formais e em agosto de 2018 em 33 empregos.

Já a agropecuária, em razão do final da safra do setor sucroalcooleiro, como era esperado, destruiu 106 empregos em agosto de 2019 e em agosto de 2018 as demissões foram de menos 40 empregos formais.

Com isso, pode-se afirmar embasado nos dados do emprego do CAGED, que a atividade comercial do município representou o grande destaque do mês analisado. Todavia, não se sabe ainda se o mercado de trabalho do comércio se manterá aquecido até o mês de dezembro deste ano. Tudo indica que sim, em função do pagamento do décimo terceiro dos aposentados da União que ocorreu no final de agosto, em virtude do recurso do FGTS que circula por conta do saque de quinhentos reais mensais, e ainda por conta, das folhas relativas ao décimo terceiro da iniciativa privada cuja remuneração poderá acontecer a partir de novembro próximo. Por ora, só resta à sociedade torcer para que a economia tanto a nacional, a estadual e a municipal comece a melhorar.

Fonte:  


CERTIFICADO DIGITAL - RÁPIDO, FÁCIL E SEGURO É CDL!



1

Dúvidas? Chame no WhatsApp