CDL condena ameaças de morte sofrida pelo presidente do IMTT

Elas seriam consequência do sistema de transporte.


11/07/2019 12h08

O presidente do Instituto Municipal de Transporte (IMTT) de Campos, Felipe Quintanilha, denunciou que ele e sua família têm sofrido ameaças de morte, que teriam partido de pessoas descontentes com o novo sistema de transporte público da cidade, que passa a operar no sábado (13). Em coletiva de imprensa, realizada nesta quarta-feira (10), na sede da Prefeitura de Campos, Quintanilha revelou as tentativas de intimidação começaram desde que o novo projeto passou a ser discutido, há cerca de um ano. Mas que as ameaças ficaram mais sérias na última semana e passaram a ter cunho de morte. Segundo ele, até pessoas estranhas foram vistas rondando sua residência.

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Campos (CDL) mostra indignação com as ameaças feitas ao presidente do IMTT, e mostra-se preocupada com este tipo de ambiente, não só pela integridade física de Quintanilha principalmente, mas também pelo fato de as ameaças terem provavelmente com objetivo atrasar a implantação do novo sistema de transporte coletivo no município. A CDL, segundo seu presidente Orlando Portugal é solidaria com o presidente do IMTT e espera que as autoridades de segurança investiguem as ameaças.

“Vou relatar uma coisa desagradável, mas que é importante tornar público. Ao longo deste último ano, sofri diversas tentativas de intimidação veladas, por áudios de WhatsApp, mas na última semana a ameaça foi mais intensa. Algumas pessoas foram flagradas vigiando e fotografando a minha residência. Também recebi alguns áudios de WhatsApp mais diretos, com ameaças diretas indicando risco iminente de morte”, revelou o presidente do IMTT.

Segundo Quintanilha, um homem já foi identificado pela Secretaria Municipal de Segurança Pública e sua identidade será informada à polícia, possivelmente ainda hoje, quando o presidente do IMTT for à delegacia prestar queixa sobre as ameaças. As tentativas de intimidação também incluem atear fogo nos veículos do IMTT.

“Isso não vai me calar e nem fazer com que o projeto pare. Não vamos permitir que esta pessoa já identificada ou qualquer outra atrapalhe o processo de implantação do novo sistema de transporte”, afirmou.

Quintanilha lembrou ainda que seu antecessor no IMTT, Renato Siqueira, também sofreu ameaças enquanto esteve à frente do órgão.
 


Centro a Mil


CERTIFICADO DIGITAL - RÁPIDO, FÁCIL E SEGURO É CDL!



1

Dúvidas? Chame no WhatsApp