FCDL/RJ entra com ação contra reajuste abusivo da energia elétrica

Na ação, são citadas a necessidade de nova análise da tarifa de energia, as condições econômicas do Estado do Rio, as condições sociais da população, o índice de emprego e a precariedade do serviço de energia prestado pelas concessionárias.


22/03/2018 07h23

A Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado do Rio (FCDL/RJ) ajuizou, na última terça-feira (20), uma Ação Civil Pública contra o reajuste de 21,44% na tarifa de energia fluminense autorizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). No documento foi solicitada a tutela antecipada para suspender, até o final do ano, o reajuste cobrado pela ENEL.

Segundo o presidente da FCDL/RJ, Marcelo Mérida, a ação tem o objetivo de corrigir o aumento abusivo, que está fora de parâmetros técnicos, suspendendo imediatamente o aumento e qualquer autorização para reajuste até o fim de 2018.

Reprodução: FCDL/RJ


Avança Varejo



1

Dúvidas? Chame no WhatsApp